segunda-feira, novembro 06, 2006


"Tudo o que faço ou medito
Fica sempre na metade
Querendo, quero o infinito
Fazendo, nada é verdade

Que nojo de mim me fica
Ao olhar para o que faço!
Minha alma é lúcida e rica,
E eu sou um mar de sargaço-

Um mar onde bóiam lentos
Fragmentos de um mar de além...
Vontades ou pensamentos?
Não sei e sei-o bem."

Fernando Pessoa


3 comentários:

Samodiva Anheel Brujah disse...

FP pessoa grande escritor portugues, pensa e racionalizar muito em vez de escrever o que realmente sente...ele tinha amigos imaginarios ^^), tal como eu - lol**

Joana disse...

Gosto do Pessoa :D

****

Joana disse...

Ai, voces conseguem por os blogs personalizados...eu não!
sou burra! Lol

***