sexta-feira, dezembro 08, 2006

Sem sentido

Sentia que nada fazia sentido. Ele partira.. Não voltaria mais. O vento levara-o por aquela estrada, que ela também começava a percorrer.
Aos poucos ia desaparecendo, ia voando para longe. Talvez o encontrasse, num mundo melhor e mais belo, onde se pudessem amar livremente.
Sentada naquele banco, despedia-se do jardim onde se tinham conhecido, das árvores que tinham presenciado o amor deles... Um último adeus e um leve ondular, e mais um pouco de si se foi... Quase nada restava dela... Mas não fazia mal... Sem ele nada fazia sentido...


Bloody kisses***Ari

2 comentários:

Samodiva Anheel Brujah disse...

porque sem eles nada parece fazer sentido... gostei***

gmdt*

Joana disse...

Pois, concordo com o que já foi dito...sem eles nada faz sentido...o amor causa dependencia!Por vezes!
gostei muito do texto e a imagem é linda***