terça-feira, fevereiro 20, 2007


Arrepios
Frio
Solidão
É o que sinto na imensa escuridão

Sombras
Perseguem-me
Afundam-me
No vazio de mim mesma

Vozes
Gritam
De dor
Cortam-me o coração

Perdida
Abandonada
Sozinha
Morrendo sem ninguém por perto

Sem ninguém para me salvar
Desta imensa mágoa que me destroi
Do medo de morrer
Da solidão que me tornei....


Bloody kisses***Ari

2 comentários:

Joana disse...

Gostei do poema!
Embora muito trsite :(

A imagem é soberba!

********

Samodiva Anheel Brujah disse...

o poema sim é soberbo...entao o ultimo verso...k seja triste...a tristeza é a mae do viver... e nao estas sozinha estarei smp aki!!!

gmmmmmmmdt****