quarta-feira, março 28, 2007

Mais uma alma

Mais uma alma vagabunda
Que chora de porta em porta
Que geme as mágoas que sente
Mas que por todos é ignorada

Mais uma alma errante
Infeliz e perdida
Gritando sem ser ouvida
Vendo todas as portas se fechando

Mais uma alma pecadora
Que da própria fase tem medo
Que foge da própria sombra
Que se enconde dos seus medos

Mais uma alma sofredora
No meio de tantas almas
Cuja vida ignora
Fechando todas as portas





"Os olhos são a janela da mente"


Bloody kisses***Ari

2 comentários:

Joana disse...

Mas para essas almas, nada está perdido.Pois a Luz vão encontrar, e sem medo vão voltar a viver.

Gostei muito.
Aimagem é muito bela.
Bom mtrabalho =) ****

Samodiva Anheel Brujah disse...

nice poem ^^

a tristeza e o k todas as almas podem ter em comum...nao deve ser posta de parte...mas sim entendida.

gmdt**