segunda-feira, maio 21, 2007

Sem rosto


Sou corpo sem rosto
Ser sem face
Alma errante sem expressão
Cadáver sem coração

Ninguém lê meu olhar
Pois em mim não há
Nem adianta procurar
Nada irão encontrar

Perdi a estranha face que possuia
Algures nos meus sonhos mais sangrentos
Perdida entre os meus tormentos
Marca dos meus sofrimentos

Agora não importa mais
Ao menos já não engano ninguém
Não existe sorriso iludido
Nem olhar escondido

Sou corpo sem rosto
Ser sem face
Sou alma sem expressão
Cadáver sem coração


Bloody kisses***Ari

text and pic by me

2 comentários:

Lunar disse...

Wow! Adorei o poema!
Está msm muito bom!!
E a foto esta brutal! adorei todo o post******

Samodiva Anheel Brujah disse...

bem deste post so posso dizer assim :wooooooow!!!!

gmmmdt***