quinta-feira, dezembro 21, 2006

Uma mão

Uma mão estendida
A que não quero chegar
Uma mão arrependida
Que me tenta alcançar

Um toque suave
Dessa mão desesperada
Repleto de bondade
Ao ver-me abandonada

Mas dessa mão nada quero
Só distância e solidão
Vivo sozinha no desespero
Sem calor no coração

Mão que tenta me tocar
Pára de me perseguir
Quanto mais a mim tenta chegar
Mais eu tenho que fugir

Bloody kisses***Ari

2 comentários:

Joana disse...

Gostei imenso deste!!!Mesmo ! Um dos teus melhores, na minha opiniao =)

****

Samodiva Anheel Brujah disse...

sim ta mt bom, e vdd! e a imagem encaixa n perfeição :)

gmmdt**