quarta-feira, janeiro 03, 2007

Os Corvos

Por aqui andava esquecida
Na beira do meu precipício
Há muito que estava perdida
Era como viver num hospício

Pálida como a Lua
Daqui observava o mundo
Olhando a terra nua
À minha volta o mar profundo

Por vezes tentava voar
Abria os braços e o vento sentia
Até que um dia os corvos me vieram buscar
Para o mundo da fantasia

Agarrando meu corpo frágil o levaram
Juntamente com a alma triste
Nunca mais ao abismo voltaram
Nem eu me lembro se ele ainda existe

Bloody kisses***Ari

1 comentário:

Joana disse...

Wow...Muito bom! Gostei de tudo neste poema, as palavras envolventes, o sentimento que nele transpareceste. Um dos teus melhores.

E essa imagem é simplemente lindissima! Boa escolha!

********

P.s. Pois...eu infelizmente vomitei....Bahhh, começar o ano em grande! lol