quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Diz-me

"Diz-me tu,
o porque da minha tristeza, porque choro quando toda a gente ri?
Porque me sinto morta, fria e inerte!
Mesmo quando estás comigo, agora, aqui!
Diz-me tu,
porque teve a Solidão de me escolher para sua companhia!
Diz-me porque quando todos desejam um leito quente, eu só desejo descansar na cova fria!
Diz-me tu,
o porque da tua frieza, desse teu olhar envolto p'la tristeza,
Diz-me porque chora o cadáver na Campa Dura!
Diz-me tu,
por onde vou,
Diz-me tu, se souberes quem eu sou:
Pó da Estrada,
Folha Caída
ou
Noite Escura?"

O poema é de uma amiga minha! A despenteada para sempre!! thanks my daling :)

Bloody kisses***Ari

2 comentários:

Joana disse...

Esta muio bonito o poema!Gosto da estrutura! =)

***

Despenteada disse...

Olha o meu poema aqui =)
Obrigada por o teres postado ;)
*****