sábado, fevereiro 03, 2007

Tristemente toco minha melodia infeliz
Tocando as cordas como uma simples aprendiz
Movo o vento com a minha canção
O único companheiro nesta minha solidão

Melancólica, dizem que é
Pobres desventurados que a ouvem
Choram por mim e pela música
Triste… Pois é

Nada me resta senão meu violino
Companheiro de tanta dor
Se não fosse meu amigo
Seria ainda maior meu sofrimento

Bloody kisses***Ari

3 comentários:

Joana disse...

Gostei...embora já tenhas alguns com a mesma temática! Mas esta bonito de qualquer das maneiras =)

A iamgem é linda!!

***

Despenteada disse...

Adorei..adoro violinos..especialmente Niccoló Paganini...descreves bem a solidao **KISS

Immortall Doll disse...

Amei este poema, pois fala de violinos. Instrumento mais belo não pode existir!! Além de ter um som lindíssimo, faz pensar na vida quando é bem tocado.
Agora falando do poema minha querida, não consigo explicar o que sinto quando leio isto. Algo remete ao meu passado! Mesmo belo!