terça-feira, abril 03, 2007


Olhando o mundo lá fora
Nada de novo vejo
A mesma miséria de sempre
As mesmas almas perdidas

Observo escondida na minha sombra
Permaneço no meu reino fechada
Simplesmente olhando
Pobres almas pecadoras

Que vivem na eterna agonia
Implorando um pouco de vida
Ou mesmo uma pequena alegria
Mas às almas que sofrem nada é dado

E eu aqui no meu reino
Vendo todo o sofrimento
Sentindo toda a dor
Mas nada fazendo para as salvar





"Nada é mais certo que a morte
Nada é menos certo que a sua hora
"


Bloody kisses***Ari

3 comentários:

Joana disse...

Essa foto está muito bonita! Mesmo adorei! E o vestido é muito bonito tambem =) Bolinhas! Tambem gosto imendo de bolinhas! :D
Gosto do poema, esta um pouco trsite, mas belo*****

Samodiva Anheel Brujah disse...

tas mt fofinha na foto, sabias??? ihihi

pois...ta um poukinho triste... mas gostei na msm :)

Rosário disse...

Gostei bastante dos poemas. De facto é assim que as pessoas vivem...ou pelo menos as vemos...

Não me queres dar os teus cortinados? São bem giros =)