terça-feira, junho 12, 2007

Contrário


Virou-se ao contrário
O mundo
Os sentimentos
Tudo
Do avesso
É assim que tudo vejo
Tal como os negativos das fotografias
Os podres das pessoas
O podre de mim

Ao contrário é como olho
E assim que tudo encontro
Fora do lugar
Coisas que não se podem amar
A maldade em cada olhar
O ódio em cada andar

Do lado contrário
É onde estou
Na outra margem do rio
No fundo do poço
No lado negro da vida

Porque tudo se virou ao contrário
Tal como os negativos das fotografias


Bloody kisses***Ari


text and pic by me

2 comentários:

Samodiva Anheel Brujah disse...

A imagem assim com efeito negativo esta bonita, tem tudo a ver com o tema k tratas... tambem gostei mt do poema maninha *.*

gmdt*********

Lunar disse...

Adorei o poema!!! Mesmo!
A imgem, mais ou menos, nao gosto mt de imagens a negativo, mas dado o contexto, acho que acentua mt bem****