quarta-feira, janeiro 10, 2007

Viver ou Morrer


Impassível, incompreendida, sozinha, abandonada, assim sentia em certos momentos da vida. Por vezes pensava em morrer, outras pedia simplesmente quando se deitava que ao fechar os olhos nunca mais os abrisse, e em alguns extremos tentava acabar com tudo sozinha. Sabia que a morte não era uma saída mas era sempre uma opção, e estava tão cansada daquele seu mundo, daquela sua vida, daquele seu ser.
Então porque não acabava com tudo? Porque não adormecia eternamente? Porque não morria simplesmente? Porque não tinha coragem para ir até ao fim?
Sabia porquê, as rosas na sua mão diziam-lhe a resposta. Ali, aquelas simples flores tão negras como a sua própria alma, simbolizavam o que de melhor existia na sua vida. O amor! Não só aquele amor apaixonado que dividimos com alguém para toda a vida, mas também o amor de amigo, o carinho e a preocupação, a dedicação. As suas rosas simbolizavam isso. Assim, nunca adormecia sem mais acordar, era cobarde nos seus actos desesperantes, continuava viva. Simplesmente para poder continuar a amar!
Pois existem pessoas na vida que nos dão vontade de continuar a viver!

Olha.. Amu t!

Gmmmmmm(...)mmmdV!

Bloody kisses***Ari

3 comentários:

Joana disse...

Gostei muito mesmo.
Revelas grandes verdades nas tuas palavras.
Por vezes sentimos mesmo isso, a vontade de desistir de tudo.Mas não podemos, e essas tais rosas são muito importntes. Fazem-nos ver que existem pessoas a nossa volta que realmente gostam de nós, se preocupam. e nelas, não podemos deixar de acreditar.

Gostei mesmo muito.
A imagem é muito bonita!

*****

P.S.Que é feito da Samodiva? Nunca mais a vi por aqui...

Dea disse...

É... ainda bem que existem essas pessoas na tua vida... xP
E concordo com o que foi dito acima. ^-^
A Samodiva? Anda ocupada, entre namorado, limpezas e namorado... ¬¬'

Gmmmmmmmmmmmmmmmmmmdt Ari!!!!**

Velvet Tears disse...

O texto ficou espantosamente bem escrito...
Tais palavras foram muito bem escritas...

O que nos faz querer morrer, é o que nos mantem vivos!

Velvet Kisses