sábado, abril 21, 2007

Sentia tanto a sua falta...
Os anos passavam mas aquela dor que a consumia permanecia... Obrigando-a a ir ali todos os dias a sua insignificante existência...
Ajoelhava-se, chorava, pedia aos Céus para a levarem para junto dele, mas como sempre seus pedidos eram recusados...
Assim, continuava a vir ali, dia após dia, ano após ano, chorar, gritar, desesperar...
Deitar para fora aquela dor profunda... Só os corvos a ouviam, só eles conheciam aquela sua mágoa, aquele ser que ela era...
Aquela alma perdida e despedaçada que vagueava no mundo de ninguém...
E era assim que ia vivendo...
Chorando, gritando e desesperando sem ninguém que a escutasse ou se preocupasse...



Bloody kisses***Ari

3 comentários:

Samodiva Anheel Brujah disse...

tanto a imagem como o texto estão lindos.. tas a ver... eu disse que estavas a ser modesta... ai ai...

o texto transmite mt dor...eu não sei que seria de mim se akele k amo morresse...

gmmmmmmmdt***

Selene VonMortysen disse...

o texto ta lindo e muito profundo...a imagem ta linda tb...

bjinhos

Joana disse...

Está muito sentido o texto! Muito profundo! gostei imenso, mas quando o leio não csg deixar de me sentir trsite!
A imagem é linda!

Espero que estejas bem ^^ ***