quinta-feira, abril 19, 2007

Sonhos


Sonhos
Pequenos pecados mortais
Que me fazem delirar
E pedir um pouco mais

Sonhos
Leves beijos de morte
Prenúncios
Indicíos de sorte

Sonhos
Que à loucura me levam
Para o abismo me puxam
Que meus olhos cegam

Sonhos
Suaves carícias perdidas
Ternas saudades sentidas
Aprazíveis sensações esquecidas

Sonhos
Que enchem meu sono
Possuem meu corpo
Reclamam seu dono

Sonhos
Que me fazem louca
Que sabem a coisa pouca

Sonhos
Por vezes desejo não tê-los
Outras suplico para vivê-los




Não sei... Atormentam-me...


Bloody kisses***Ari

1 comentário:

Joana disse...

mas são necessarios...já dizia o outro " O sonho comanda a vida" (acho que era assim)
Gostie do poema, mas estas a mostrar os sonhos como algo muito negativo, e eles teem de ser positivos, pois sonhar é amar, é viver , é voar.
Mas , tb, n podemos prender-nos demasiado a esses sonhos, temos de viver a realidade.
Ai, hoje tou inspiarada! lol

A imagem é lindissima! Adorei!

***************