terça-feira, maio 01, 2007

Esperando por ti


Sentei-me esperando a tua chegada, vesti a mais bela roupa que encontrei, aquela que sei que adoras ver em mim...
Fui olhando o relógio, contando as horas, buscando no vazio um rasto de ti...
Mas não vinhas...
Troquei de posição na cadeira, ajeitei a saia, compus as luvas, traçei a perna...
Olhei de novo o relógio... Olhei de novo a estrada...
Mas continuavas sem vir...
Sentei-me em frente à porta, decidi ali esperar...
Continuei a olhar o relógio, a contar as horas, a buscar no vazio um rasto de ti...
Mas tu não vinhas, não vieste, nem vais voltar...
Fechei então a porta, arrumei a cadeira e as roupas que adoravas...
Tranquei tudo e tranquei-me também...
Agora espero que alguém bata à porta procurando por mim...




Bloody kisses***Ari

2 comentários:

Samodiva Anheel Brujah disse...

simplesmente lindo o texto, só espero que esse trancar seja o tentares seguir em frente com o passado mesmo trancado

gmmmmmmmdt*

Ategina_de_Ophiussa disse...

Gostei imenso, transmite uma sensaçao de fim, como se a esperança tivesse morrido para sempre:)*